Snowboard na Cypress Mountain

Dezembro 2, 2009

Domingo resolvemos aproveitar que a temporada de ski já está aberta e fomos fazer snowboard na Cypress Mountain. Em Vancouver ainda não nevou, mas nas montanhas já tem neve suficiente para as pistas de ski.

Cypress é uma das montanhas que circulam Vancouver, é pertinho, meia hora de carro. Quando a gente chegou lá, tinha tanta neblina que eu e Luiza começamos a nos perguntar se era realmente seguro descer a montanha sem ver direito. Como tinha bastante gente, deveria ser.

Felizes ao chegar

 

Chegamos e alugamos o equipamento. O que dobra o valor que você gasta. A outra coisa que tem que pagar é o passe para poder usar as pistas. É, não é um esporte dos mais baratos de se praticar. Por isso muitos têm seu próprio equipamento e compram o passe para toda a temporada.

Eu já tinha feito snowboard uma vez há oito anos. A Luiza nunca. Ou seja, brasileiros sem ter muita noção do que estão fazendo dividindo a pista com gente que sabe o que está fazendo e com crianças que parece que nasceram de ski no pé.

Caindo um pouco

 

Para mim foi um pouquinho mais fácil de pegar o jeito porque já tinha uma noção do que fazer. E foi engraçado como mesmo só tendo feito snowboard uma vez e há tanto tempo a lembrança do que fazer veio. Meio que aquela coisa de que quem já andou de bicicleta uma vez sempre lembra como andar. Tudo bem que isso não significou menos tombos. Muito pelo contrário.

Em pé por alguns momentos

 

Mas pelo menos fomos com amigos que sabiam fazer snowboard e foram nos dando dicas. Na verdade, no caso da Luiza, praticamente ensinaram a ela. 

Uma ajudinha...

 

Depois de uma tarde inteira na montanha, acordamos na segunda feira todo doloridos. O pior é ter que passar o dia trabalhando cheio de dor…  Mas valeu. Fazer snowboard é muito bom. 

Antes que alguém se pergunte porque snowboard e não ski, a resposta é simples. Todo mundo diz que é mais fácil pegar o jeito no snowboard. Primeiro porque os pés ficam em cima da mesma prancha. No ski os pés ficam separados. E também parece bem mais divertido!

Anúncios

O Natal está chegando

Novembro 25, 2009

Ontem fui comprar nossa primeira árvore de Natal em solo canadense. Optamos por uma árvore de verdade. Uma das razões é porque gosto de plantas dentro de casa.

Outra razão, essa bem mais material, são os preços das árvores falsas. Se a idéia de ter uma árvore de verdade já me soava bem, depois de ver os preços das falsas passou a soar ainda melhor.

De noite eu e Luiza enfeitamos nossa nova aquisição. Penduramos bolas e luzes. Ficou bonita. Agora só faltam os presentes…

Fui comprar na Home Depot, uma loja que vende materiais para reformas e tudo o mais para casas e apartamentos.

Uma coisa que ainda não tinha comentado aqui é o caixa self service na hora de pagar. Tanto na Home Depot quanto na Canadian Tire, por exemplo, não tem ninguém no caixa na hora de pagar. Quer dizer, para uns seis caixas, tem um funcionário que fica por ali para ajudar quem tem dificuldades.

É bem simples, mas a gente não está acostumado com a coisa. Primeiro escaneia o produto e depois segue as instruções da tela de um computador para fazer o pagamento. Mas é uma sistema baseado na confiança de que o cliente não vai roubar nada.


Impressões sobre alguns canadenses

Novembro 23, 2009

Convivendo com alguns canadenses no dia a dia, depois de nove meses aqui, dá para ter algumas impressões sobre como eles são. Tenho convivido muito mais com pessoas entre 20 e 35 anos. 

O que me parece às vezes é faltar um pouco de empolgação com esse pessoal. Por exemplo, você pergunta como foi o fim de semana e a resposta sempre vem assim: not so bad. Você pergunta como vão as coisas: ok.

Provavelmente é só o jeito deles mesmo. Mas é estranho. É tudo meio blase. Nada é muito bom ou muito ruim. Tudo é simplesmente not so bad ou ok.

Outra coisa que chama atenção é que os jogos olímpicos não causam nada a eles. Os jogos serão um evento grande na cidade.  O mundo todo estará olhando para cá. Esportistas de primeira linha estarão por aqui. Pessoas de todo canto virão para cá.

A reação de grande parte das pessoas que tenho me relacionado é de indiferença. Muitos não querem nem saber. Muitos já se planejam de viajar durante o evento.

Sei lá, para mim é esquisito. Durante o Pan, que é um evento menor na esfera esportiva, fiz questão de comprar ingressos para alguns esportes e viver um pouco do evento na minha cidade. Fui até mesmo no Engenhão, muito mais para ver o que era o novo estádio do que para ver atletismo, o que no final foi bem legal de ter visto.

Bom, pode ser que nem todos os canadenses sejam assim. Pode ser que seja algo dessa geração. Enfim, são só algumas impressões…


Trabalhando muito e dormindo pouco

Novembro 20, 2009

Desde quinta feira passada eu tenho trabalhado como Production Assistant para uma série de TV chamada Shattered. A série ainda vai estrear, afinal as gravações começaram também na quinta passada, e é uma produção canadense realmente passada em Vancouver, ao contrário das produções americanas gravadas aqui que simulam Nova Iorque, Boston, São Francisco ou outras cidades.

A primeira temporada da série será gravada até abril e espero continuar trabalhando com eles até lá. Não tenho nenhum contrato, é um trabalho onde sou chamado por dia. Hoje e segunda eles estão gravando em estúdio e só membros do sindicado podem trabalhar. Como é bom ter uma folguinha!

Ainda não sou membro porque ainda não posso. Mas depois de 30 dias trabalhados posso aplicar para uma permissão temporária e depois de mais um tempo posso aplicar para ser membro do Directors Guide of Canada.

O trabalho é cansativo e me faz dormir pouco. É uma média de 15 horas por dia, teve um dia que foram 11 horas, um que foram 18. Ainda mais contanto que alguns dias chego no set 4:30 da manhã, em outros 6:00. O mais tarde até agora foi 9:00. Hoje quando acordei às 10 foi tão bom!


Hóquei quase todo dia

Novembro 15, 2009

O esporte mais popular por aqui é sem sombra de dúvidas o hóquei. Mas os canadenses também acompanham o futebol americano, que tem uma liga canadense, o baseball e o golf. O pior de tudo é que eles assistem golf pela TV. Vai entender…

Desses esportes, o hóquei é de longe o melhor na minha opinião. O jogo é ágil e emocionante. E ainda por cima tem sempre uma pancadaria permitida nas regras.

O problema do jogo é que dura sempre perto de 3 horas. E tem jogo quase todo dia. É sério. Eles jogam quatro ou cinco vezes por semana. Chega uma hora que cansa. E ninguém consegue acompanhar todos os jogos. Não dá. Você perde a vontade de assistir depois de um tempo.

O acontecimento de assistir a um jogo vira banalidade.


Feriado de Remembrance Day

Novembro 11, 2009

Hoje, quarta-feira 11 de novembro, é feriado na Canadá. É o Remembrance Day. Isso significa que os canadenses param para lembrar todas as perdas humanas nos tempos de guerra. O feriado foi instituído logo após a primeira grande guerra, no dia do seu armistício, 11 de novembro de 1918.

Não só os canadenses celebram a data. Todos os países da comunidade britânica (Commonwealth) celebram, bem como França e Estados Unidos.

Por aqui é uma coisa bem séria. Faz pelo menos uma semana que as pessoas começaram a usar o símbolo em suas lapelas, e na falta delas, em qualquer lugar perto de onde seria a lapela.  

250px-Lest_we_forget

Símbolo do Remembrance Day

Todas as pessoas públicas usam o broche. É praticamente uma obrigação. Se não usar é uma gafe das piores. Então todos os apresentadores na TV usam, bem como os políticos.

O dinheiro ganho com a venda dos broches vai para entidades dos veteranos.


Outono em Vancouver

Novembro 10, 2009

Mais algumas fotos das cores do outono em Vancouver:

DSC02756

Rua de West End Vancouver

DSC02757

Folhas no chão em West End Vancouver

DSC02758

Árvore em West End Vancouver

DSC02766

Folhas prestes a cair no Nelson Park

DSC02772

Outra rua em West End Vancouver

DSC02777

Árvores com cores outonais