O embarque

Dia 27 de fevereiro de 2009. Essa foi a data de despedida.

Chegamos ao aeroporto bem cedo pois teríamos que passar pela receita federal antes do embarque. Fato que comprovou que deveríamos ter saído de casa ainda mais cedo. O processo só não foi mais demorado porque o atendente foi simpático conosco e viu nossa tensão.

Mas antes da receita ainda houve uma outra etapa de muita apreensão. A Air Canadá nos permitia levar 3 malas cada um. A TAM que operou o vôo até São Paulo normalmente só permite 2. Liguei uma semana antes do embarque para saber como seria isso, se teria que pagar o peso extra. A atendente disse que eles honrariam o que a Air Canadá prometera. Mesmo assim ficamos apreensivos.

Na hora do check in, fomos colocando as malas para o funcionário do balcão como se fosse a coisa mais normal do mundo.  Quando ele viu que teria mais do que 4 malas, perguntou se estaríamos levando 5 malas.

Não. Estávamos levando 6. Ele parou pensativo. Nós gelamos. Explicamos a situação. Ele ficou na dúvida. Continuamos tentando explicar. Ele continuava em dúvida. Meio reticente, fez o check in das 6 malas. Pronto. Tínhamos conseguido embarcar as 6 malas. Se iriam chegar, eram outros quinhentos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: